Amor e ódio em Paris, a Cidade Luz

Paris nunca esteve na minha priority list de cidades pra visitar. Nunca a achei interessante e nunca me peguei dizendo a frase “um dia eu vou rir disso tudo em Paris“. Sempre a achei super over loved e, talvez pelo fato de que todo mundo a ame tanto, nunca me interessei por ela.

Foi por isso que fui deixando, deixando e só fui visitá-la agora, na reta final do meu intercâmbio na Irlanda.

Me apego muito à primeira impressão de lugares e a minha primeira impressão de Paris foi horrível. O aeroporto que voei (Beavouis) é no fim do mundo, estava chovendo sem piedade (mais forte que na Irlanda) e as tão famosas linhas de metrô super eficientes, não estavam funcionando.

Receita pra desastre.

Museu do Louvre

Museu do Louvre

Por conta desse tempo ruim, meu primeiro dia não foi dos melhores. Deu apenas pra visitar o Museu do Louvre, tirar algumas fotos nos momentos de trégua da chuva e de vistar as Catacombas. As Catacombas ficam numa área meio isolada, meio que perdida no meio da cidade, mas são super interessantes. São dezenas de milhares de ossadas reais, que foram parar lá por falta de espaço em cemitério e que hoje formam, além de um labirinto de ossos, uma das atrações mais macabras de Paris.

IMG_1514

São aceitas apenas 200 pessoas por vez nas Catacombas, ou seja, mais gente morta do que viva.

O segundo dia amanheceu nublado e fomos para a Disney, motivo pelo qual a viagem à Paris aconteceu in the first place.

A minha viagem à Disney dos sonhos não era com tempo nublado, mas o dito acabou indo a nosso favor e por sua causa o parque não estava lotado como estaria em dia de sol. Não ficamos mais de 1h30 em filas, o que é super bom para parques de diversão.

IMG_1528

A Disneyland Paris é divida em dois parques: Disneyland Park e Disneyland Studios. O primeiro é onde a maioria dos brinquedos ficam e o segundo é onde ficam os cinemas, as casas, os castelos e alguns brinquedos. Compramos o ticket diário que nos permitia visitar os dois parques, pois dois dos melhores brinquedos ficam no Disneyland Studios.

Como vocês já devem imaginar, eu parecia pinto no lixo e vivi um dos dias mais felizes da minha vida. Tinha Mickey pra todo lado e tanta princesa, que ai…minha única tristeza é que minhas sobrinhas não estavam lá pra curtir comigo.

No fim do dia, exausto, comecei a amolecer o coração com Paris.

Já estava acostumado com as linhas de metrô bagunçadas por causa das reformas e comecei a me sentir mais “em casa” na Cidade Luz.

O terceiro dia amanheceu ensolarado e quente. Como não tínhamos aproveitado muito no primeiro e passamos o segundo todo na Disney, acordamos super cedo e fomos visitar o máximo de pontos turísticos que podíamos no terceiro dia.

Começamos pela Torre Eiffel, magnífica e imponente em um dia ensolarado. Tiramos milhares de fotos nos Campos de Marte;, subimos as escadas de ferro pra ver Paris do alto e puta que o paris, que cidade linda!

Vista de um ângulo diferente

Vista de um ângulo diferente

Depois da visita à torre, fizemos um mini cruzeiro pelo Rio Senna e cruzamos várias pontes de Paris, incluindo a famosa Ponte dos Cadeados. Ainda era de manhã e resolvemos caminhar até o Arco do Triunfo, que fica no topo da avenida mais famosa de toda a França, a Campos Eliseos.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo

Acabamos almoçando em um belo café parisiense na avenida e depois andamos ela toda, até o final, que dá nos Jardins Tuileries, de frente pro Louvre. Como o dia estava ensolarado, tiramos mais fotos da pirâmide, do Arco do Triunfo do Carossel e das belas estátuas dos jardins.

IMG_1686

Ainda tinham algumas horas pela frente e resolvemos caminhar mais, até os Jardins de Luxemburgo, um dos jardins mais lindos que já vi na vida e fechamos o dia visitando a belíssima Catedral de Notre Dame, que fica as margens do rio Senna.

IMG_1706

Terminamos nosso dia exaustos, comendo croissant e esperando nosso trem para Amsterdam na estação Paris Central, mas felizes e com toda a certeza, cientes da razão pela qual Paris é tão amada.