Eden Project, o jardim botânico do futuro

Desembarquei em St Austell depois das 18h e por ser domingo de Páscoa, os ônibus conectando a cidade com o Eden Project não estavam rodando e por falta de opção, tive que andar uns 7km pra chegar no YHA Eden Project, o hotel que fiquei, que fica nas premissas do projeto.

Por ser verão, o tempo estava claro, estava calor e a caminhada não foi tão ruim como eu imaginei que seria quando comecei a andar.

O YHA é uma rede de hostels sustentável na Inglaterra e no País de Gales que foge um pouco do tradicional, pois os quartos são sempre em pods, bunkers ou cabanas. O YHA Eden Project é formado por bunkers, os chamados Snooze Box, que são super compactos e confortáveis. Foi uma experiência bem diferente e eu com certeza recomendo!

De manhã, depois de uma noite super confortável no meu Snooze Box, fiz o check-out e fui pra entrada do projeto comprar meu ingresso. Com o ingresso em mãos, dei meia-volta e caminhei até o Hangloose, um parque radical que funciona nas premissas do Eden Project, assim como o YHA. Eles fazem várias atividades radicais por lá, incluindo a mais rápida e mais longa zip line da Inglaterra, que foi a atividade que escolhi.

Fiz um ‘vôo’ de 50sec por cima do projeto todo que foi irado pra caralho e me deixou super acordado pra visitar o restante do projeto.

O Eden Project é uma espécie de jardim botânico do futuro, com jardins, exposições, trilhas de caminhada, restaurantes, esculturas e atividades pra todas as idades. As suas duas principais atrações são os dois biomas: o Bioma Floresta Tropical e o Bioma Mediterrâneo.

IMG_3933

Os biomas são duas estufas enormes em um formato super futurístico, parecendo uma larva, que contém uma pouco das plantas e árvores encontradas nas florestas tropicais e mediterrâneas espalhadas pelo mundo. Na categoria tropical existem coisas do Brasil, Peru, Madagascar, Guinea, Vietnã, Filipinas, além de Austrália, Califórnia, Grécia e Itália na parte mediterrânea.

Realmente, andar pelos biomas parece mesmo com a floresta. Os sons, o cheiro, o calor…me lembrou bem o passeio pela floresta que fiz na Amazônia, só que sem aranhas e insetos me picando o tempo todo. No bioma tropical também tem um bar chamado ‘Quiosque Baobá’ que vende batida de baobá, fruta típica de regiões tropicais da África e que, além de super versátil, é deliciosa e refrescante!

 

O lugar é fantástico e tem muita coisa pra ver e fazer, sem dúvida dá pra passar o dia todo por lá, tanto que o projeto em si aconselha no mínimo 4h pra aproveitar bem. Como eu estava sozinho, acabei vendo tudo que queria, passando pelos dois biomas e parando pra almoçar em aproximadamente 3h.

Deixei o projeto por volta das 14h e, como os onibus estavam funcionando, peguei um pra St Austell e de lá, embarquei no trem de volta pra Bristol. A viagem de volta durou só 3h e foi super de boa.

Anúncios

2 comentários sobre “Eden Project, o jardim botânico do futuro

  1. haha adorei esse zip line, fiquei morrendo de vontade de ir tb. Deve dar uma adrenalina muito gostosa!
    E que lugar interessante, nunca tinha ouvido falar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.