1 ano em Cardiff

Se alguém tivesse me perguntado, há 3 ou 6 meses atrás, como eu imaginava a comemoracao do meu primeiro ano morando em Cardiff, eu provavelmente teria dito algo completamente diferente do que está acontencendo hoje.

No post de 9 meses, comentei que Cardiff enfim tornou-se my home e que eu consigo me ver morando aqui por um período maior do que os dois anos de mestrado. A única coisa que me assustava, back there, era a possibilidade do Brexit (que infelizmente aconteceu, mas que nao discutiremos nesse post).

Pois bem, hoje eu completo um ano morando em Cardiff, essa cidade que, nesse exato momento, eu amo e odeio.

A amo porque me sinto bem aqui, me sinto acolhido e sinto que posso escrever um futuro bem interessante aqui. Fiz grandes amigos, amo localizacao da minha casa, amo poder passear pelos jardins do castelo, amo o Bute Park, amo morar na esquina do Rio Taff, amo fazer tudo a pé ou de skate, amo a bahia da cidade, amo as Arcades. Enfim, sao muitas razoes que me fazem amar Cardiff e todo esse amor me fez tomar uma decisao que, sinto ser a cereja que está faltando nesse bolo.

Cardiff Bay <3

Cardiff Bay ❤

Quero conseguir um emprego aqui.

Quando saí de Sligo, a ideia de me tornar um nomade digital/remote worker me parecia um sonho muito maravilhoso. Poder trabalhar e viajar ao mesmo tempo é realmente uma experiencia incrível, minha (maravilhosa, diga-se de passagem) estadia na Itália me provou isso…mas, infelizmente, eu nao me adaptei.

Por conta do mestrado, eu preciso estar em Cardiff por dois anos, o que me impede de sair viajando por aí com meu laptop e trabalhando com os pés enfiados na areia. Preciso trabalhar de casa, todos dias. No comeco foi legal, diferente, inovador…mas agora cansou. Nao aguento mais passar tanto tempo sozinho, quero me arrumar bonitinho pra ir pro trabalho, quero voltar a ter colegas de trabalho, quero falar mal do chefe com outras pessoas e coisas do tipo.

Sem contar que, na minha percepcao, só fazemos parte mesmo de uma sociedade quando interagimos com ela em todos os seus ambitos. E trabalhar de casa estava me deixando de fora do ambito trabalho. Por mais que Cardiff seja incrível e que eu sinto que aqui seja my home, sinto que está sempre faltando algo.

Cardiff City Hall

Cardiff City Hall

Pra resolver esse dilema, resolvi arregacar as mangas e procurar emprego. Atualizei o currículo, atualizei o portfolio e no comeco de julho, comecei a madar CV pra vagas que me interessavam. Já apliquei pra muitaaaaaaaaaas vagas e so far, fiz apenas 3 entrevistas, que nao rolaram, e recebi uns 2138918954954363 emails do tipo ‘sorry but your application has been unsuccessful‘.

Razao pela qual, nesse momento, odeio Cardiff a little bit.

Sei que é fase, sei que vai passar, sei que no final vai dar tudo certo…mas I can’t help thinking que Cardiff está me rejeitando, que Cardiff nao quer que eu fique aqui. Estou vivendo mais um amor nao correspondido e it sucks!

Espero que as águas mudam nas próximas semanas.

Anúncios

17 comentários sobre “1 ano em Cardiff

  1. Heyyy! estranho né? quando temos uma coisa, queremos outra e assim vai.. o jardim sempre é mais verde do lado de lá. Posso dizer isso com mais propriedade ainda, depois que vim estudar na federal! Cada ideia louca que aparece na nossa cabeça e a gente confia que isso vai ser o melhor para nós, mas nem sempre é. Cardiff deve ser sensacional, pena que eu nem sonhava que ela existia, senão teria ido visitá-la.

    Vai na fé aí que tô aqui no Brasil torcendo por você. bjss

  2. Rick, tenho conferido seus vídeos e agora no blog. Primeiro em busca de informações sobre comportamento e cultura dessa região, depois porque curti suas abordagens. Obrigado pela ajuda!
    *Se ainda quiser os biscoitos que falou no YouTube, diz que estarei no YHA da E Tyndall St de Cardiff. Sucesso pra tu!

  3. Pingback: Retrospectiva 2016 | Livin' La Vida…Rick!

  4. Oi, Rick! Estou adorando o seu blog 🙂
    Li que você tem a cidadania italiana, né? Estou na Italia reconhecendo a minha cidadania e estava pensando em ir para Cardiff tentar a vida depois. Me apaixonei pela vibe misturada de capital/cidade pequena que parece ter aí. Mas esse post sobre a dificuldade de arrumar emprego me assustou! Tá ruim assim? Saberia dizer o motivo? E o mais importante: você recomendaria que eu me mudasse para aí depois que a cidadania for reconhecida ou devo procurar outros lugares melhores pra começar a vida?
    Muito obrigada desde já pela atenção e boa sorte!!

    • Ciao, Paula! Espero que esteja dando tudo certo com sua cidadania aí na Itália. Amo a Itália demais! ❤ .. entao, depende muito, viu. Tá dificil pra mim pq minha área é bem concorrida aqui e como tem duas faculdades formando gente no curso, fica mais dificil…mas pra emprego geral, nao dá dificil nao. Depende muito do que vc esta querendo fazer. MAS, com essa historia de Brexit, se eu estivesse na sua posicao, nao viria pro UK nao.

      abracos!

      • Obrigada pela resposta e pela torcida! A Italia é realmente incrível ❤
        A minha ideia é mais a curto prazo, seria arrumar um trabalho no estilo barista, garçonete ou algo assim, só pra eu me manter e pensar no que fazer, haha. Acabei de me formar em Direito no Brasil, mas quero ir pra alguma outra área.
        Sobre o Brexit, tem bastante gente que me diz isso, mas gente que diz também que não vai mudar nada nos próximos dois anos… Difícil essa incerteza, né! Mas é bom ter mais uma opinião sobre o assunto! Te agradeço mais uma vez 🙂

  5. Pingback: Em busca do sucesso | Livin' La Vida…Rick!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s