O que muda para cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit

O Reino Unido votou e decidiu sair da União Européia. A decisão chocou muita gente, mas infelizmente o que foi decidido, foi decidido e agora é hora de se preocupar com o que vai acontecer e não com o que poderia ter acontecido.

O código europeu prevê no Artigo 50 o que acontece quando um membro pede para sair da União Européia, mas como nunca ninguém saiu, o Artigo 50 nunca foi posto á prova.

O próximo passo para o Reino Unido é notificar oficialmente a União Européia de sua intenção de sair, tal notificação deve ser feita por carta oficial ou por discurso oficial e deve ser feito pelo cabeça do estado, nesse caso o Primeiro Ministro. David Cameron, atual PM disse que o próximo PM irá lidar com isso, pois ele resignou do cargo. A UE, ~chatiada~ com o resultado do referendo, quer que a notificação seja feita o quanto antes, o que já coloca pressão no divórcio.

brexit

A partir da notificação, começa a contagem regressiva de 2 anos, em que o RU começará a negociar novos acordos com a UE, para que possa sair definitivo. Nesse período de 2 anos, nada muda. Europeus continuam tendo livre acesso ao RU e vice-versa. O que muda é que o Reino Unido não poderá mais participar de nenhuma decisão á nível UE, apenas poderá participar de reuniões sobre o seu futuro.

Caso o Reino Unido chegue a um acordo com a União Européia antes do prazo de 2 anos, tais mudanças só entram em vigor no fim do prazo. Caso eles não cheguem a acordo nenhum, o RU pode pedir extensão de prazo, mas para isso ele precisa da aprovação de todos os outros 27 membros restantes, o que não é tarefa fácil e bota ainda mais pressão no país pra chegar em um acordo dentro do prazo.

Negociações dentro dos 2 anos precisam ser aprovadas por pelo menos 20 membros.

Especula-se que cidadãos UE atualmente morando no RU manterão o privilégio depois dos 2 anos, mas isso só será confirmado depois que as negociações (que ainda nem começaram) forem encerradas.

Ouviremos falar muito ainda disso, pois a maioria dos votos SAIR votaram querendo medidas rápidas em relação a imigração e votaram sem ter conhecimento algum do Artigo 50. No momento e pelos próximos dois anos, cidadãos europeus ainda podem mudar e trabalhar no Reino Unido legalmente e o resultado do referendo pode ter gatilhado uma nova onda imigratória de cidadãos UE que gostariam de viver no RU e querem garantir (mesmo correndo o risco de terem que sair em 2 anos).

Sem contar que existe uma grande possibilidade do Reino Unido entrar para a AEE (Área Econômica Européia), assim como Noruega, Islândia e Lichtenstein. Os países da AAE tem a opção de aceitar ou não leis aprovadas pela UE, não são obrigados a adotar o euro como moeda e podem usufruir do mercado livre europeu, porém eles mantêm suas bordas abertas para cidadãos da UE. Se o Reino Unido aceitar ser da AEE, pouca coisa vai mudar e o maior ‘problema’ deles não vai se resolver.

Claro que eles podem negociar um acordo totalmente novo, mas que independente do resultado, quem vai sentir o tranco será a libra.

Preparem a pipoca, que essa história está só começando.

Anúncios

10 comentários sobre “O que muda para cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit

  1. A União Européia (http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2096) é um bloco ultra burocrático e falido, não dou mais 4 anos para ele se desintegrar totalmente, a Grã-Bretanha (http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2442) fez bem em ter saído (http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2526) fora, ela apenas queria liberdade para o livre mercado (http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2447), em proteger seus interesses e não os da Alemanha (http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2449). Se você olhar atentamente verá o monstro que ela é. Tem a ver sim com imigração e terrorismo também (https://youtu.be/ZMjYB2auv_0), empregos, qualidade de vida e crescimento, o Reino Unido é o laboratório do mundo, vide EUA, Austrália e Nova Zelândia.

  2. Não moro no RU,mas gostaria.Seria meu sonho?SIM! Estava pesquisando sobre País De Gales e encontrei o seu blog, achei incrível.Espero um dia poder morar no RU e construir a minha vida. Abraços!

  3. Nossa, essa história só tá começando mesmo, tanta coisa que precisa ser decidida e avaliada agora visto o resultado da votação.. E pode ser que o Reino nem seja mais Unido assim, já que a Escócia está avaliando pedir saída do RU pra permanecer na UE, gente, que causos agora, não? Haja pipoca! haha
    Só espero que de tudo certo e que isso não gere mais conflitos =/
    Beijos :*

    1. Sim, está só comecando! A PM da Escócia quer o referendo de independencia antes da data oficial de Brexit, a Irlanda do Norte está propondo referendo de unificacao tb! Moh loko!

      1. Pois é. O que ocorreu foi o seguinte. Eu usava o wordpress.com, mas tenho o .org também, o inglês tem domínio próprio e o português é um subdomínio, não fazia sentido ter dois sites em lugares diferentes.
        Então redirecionei o site com dominio do wordpress para o subdominio.
        Quando eu republiquei esperava aparecer no novo, mas não aparece.
        Estou tentando achar uma solução. Ainda nada.
        😟

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s