O futuro do Reino Unido na União Européia

Na última sexta-feira, David Cameron, Primeiro Ministro britânico, anunciou a data do próximo referendo, que irá decidir se o Reino Unido continua ou nao á fazer parte da Uniao Européia. O BrExit, como o referento tenho sido chamado pela mídia, acontecerá no dia 23 de junho de 2016 e, como Cameron diz, “será uma das decisoes mais importantes da história do país”, sem contar que o BrExit será o primeiro referendo do genero na Europa – já que nunca nenhum país quis deixar a UE.

europe-map-without-uk-012 (1)

A mídia nao fala de outra coisa e as opinioes sao bastante variadas, tornando-se impossível prever o resultado. A BBC postou um vídeo em sua página no Facebook com algumas suposicoes, dizendo que eleitores entre 20-35 anos e com ensino superior sao muito mais propícios a votar pra ficar na UE, enquanto eleitores acima dos 50 anos e sem ensino superior, sao mais propícios a votar para sair da UE.

Até aí, nada de novidade, pois já sabemos que pessoas mais velhas, de outras geracoes, sao menos entusiastas com mudancas, enquanto a geracao mais nova é. Além do fato de muitos entre 20-35 imigrarem para outros países europeus a trabalho também.

Britanicos na Europa em números

Britanicos na Europa em números


Os motivos da saída sao vários, mas os mais importantes sao os tres abaixo:

1. Economico: o Reino Unido nao quer ser puxado pra baixo com a crise européia e também nao quer ser obrigado a pagar a quantidade de taxas e mensalidades que é obrigado á pagar `a UE por ser membro. O país acredita que caso saia, terá um boom economico mais forte pois poderá participar mais ativamente da cena mundial, sem ter que passar pela UE primeiro, como é feito hoje.

2. Imigracao: desde 2003, quando países do leste europeu entraram na UE, o Reino Unido tem sido um dos principais alvos de imigracao e por conta da lei de livre acesso, nao existe controle sobre cidadaos europeus que se mudam para cá diariamente. Esses cidados, por serem europeus, podem pedir benefícios sociais desde o primeiro dia pois devem ser tratados como cidadaos britanicos e os britanicos nao acham justo.

3. Leis: Bruxelas, capital da UE, é extremamente ativa na criacao de novas leis que, sem discussao ou opcao, devem ser aplicadas em todos os países da uniao. O Reino Unido quer voltar a ter 100% de controle sobre seu próprio parlamento.

O governo atual diz que irá fazer uma campanha para ficar na Uniao Européia, mas com novas regras e com menos dependencia, assim como Noruega, Islandia e Suica, que desfrutam de todos os benefícios da UE, mas nao sao membros da UE, e sim da AAE (Área Economica Européia).

Independente do resultado, especula-se que nada mudará para cidadaos europeus que já oficialmente residam no Reino Unido (como eu) e para cidadaos britanicos que já residam na Europa, já para cidados europeus e britanicos planejando imigrar a partir de 2017, o futuro é incerto.

E voce, qual a sua opiniao? Acha que o Reino Unido deve sair ou ficar na UE?

Fontes
http://www.bbc.co.uk/news/uk-politics-33141819
http://www.spectator.co.uk/2016/01/what-brexit-would-look-like-for-britain/

Anúncios

7 comentários sobre “O futuro do Reino Unido na União Européia

  1. Interessante o post, Rick. O que o pessoal da sua sala e professores comentam? Você acha que as pessoas preferem sair da UE? Perguntei pro R. e ele disse que essa é uma grande incógnita mesmo, que não dá pra saber… Em tempo: isso muda alguma coisa pra turistas em relação à visto?

    • Todos que conversam dizem que querem ficar, mas todos entendem a situacao e nao concordam com mta coisa que acontece. Parece que as pessoas querem ficar, mas em termos novos e com mais autonomia. Em relacao a turistas nao, pq o UK continua fora do Schengen entao tdo fica igual..

  2. Interessante. O Reino Unido já vem endurecendo bastante as regras para imigrantes, tentando reduzir a 100 mil por ano o número de imigrantes, sendo que o foco era nos estudantes universitários – o que é uma tremenda burrice, já que estão barrando mão de obra qualificada. Fico com medinho do que vai acontecer se votaram para sair… e eu não sabia que qualquer cidadão europeu podia chegar aí e já sair solicitando benefício social sem nunca ter contribuído!

    • Ele sao bem separados mesmo…nao se consideram europeus e sempre usam o ‘we are an island’ card .. A Irlanda ja nao se comporta tanto assim acho que pela historia de imigracao que o pais tb… no UK e outra historia..

  3. Pingback: O futuro do Reino Unido depois do BREXIT | Livin' La Vida…Rick!

  4. Rick, meu sonho era ir morar no Uk com minha cidadania italiana, estava para ir agora em 2017. Terei de refazer completamente meus planos.

    Poderia por favor fazer um post mais detalhado, sobre se ainda haverá esta possibilidade futuramente?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s