Mudanças de hábitos: alimentação

Antes de começar o post, quero deixar claro que o blog – ainda – não virou um blog de culinária, tá? É que nos últimos dias, a cozinha tem feito parte da minha rotina.

O café-da-manhã, o almoço e o jantar na Irlanda são um pouco diferentes do café-da-manhã, almoço e jantar no Brasil. Pra começar, o café-da-manhã por aqui é bem caprichado e tem bacon, torrada, ovo, feijão, salsicha, tomate e em alguns casos, até cogumelo! Por ser gordo assim, eles não comem esse café-da-manhã todos os dias, apenas aos finais de semana. Durante a semana, eles fazem um desjejum até que parecido com o nosso: cereal, torrada, leite, mingau de aveia (porridge) e frutas.

Irish breakfast

Irish breakfast

Graças a essa cultura de super café-da-manhã (mesmo que não praticado diariamente), o almoço na Irlanda é bem light. É super comum comer apenas um sanduíche natural, ou umas 2-3 frutas, iogurte, wrap, saladas mais reforçadas e porções pequenas de macarrão, arroz e curry ou stew (carne de panela).

Sanduba

Sanduba

Já o jantar, é a estrela do dia! Por aqui eles jantam cedo, por volta das 18h – 18h30 e a refeição é totalmente diferente do almoço. É bem mais reforçada, em porções maiores e tem sempre mais de 2 coisas no menu. Um exemplo? Brócolis cozidos, cenouras cozidas e grelhas, purê de batata e Irish Ham (que é tipo um tender).

Irish dinner

Irish dinner

Na cabeça deles, não existe comer essa tipo de refeição no almoço. Caso você o faça, é como comer o jantar na hora do almoço.

Pra nós, brasileiros, isso não faz muito sentido, já que é comum o nosso almoço ser a mesma coisa (não exatamente o mesmo prato, mas a mesma estrutura de “arroz, feijão, macarrão, salada, carne”) que o nosso jantar.

Lá no trabalho, eu sou o único brasileiro e todo dia na hora do almoço, sou o diferente. Enquanto todo mundo está comendo algo mais simples e leve, eu estou batendo o marmitão (sobra do jantar do dia anteriro). Tenho feito isso há 1 ano, e sempre tenho que explicar que pra mim é super normal comer no almoço, o que eu comi no jantar anterior.

Semanas atrás, parei pra pensar que, além de todas as outras adaptações, seria legal também me adaptar a essa nova realidade e desde então, me desafiei a fazer como eles. Agora, ao invés de cozinhar o jantar e fazer o marmitão, eu faço porções menores de jantar (ou congelo caso sobre) e levo pro almoço um sanduíche caprichado e uma fruta, ou uma super salada e uma fruta.

Além de me sentir mais normal no refeitório, eu notei uma grande diferença: aquela canseira pós-almoço super comum (aquela que vem depois de um self-service), não existe mais. O sanduíche cai bem mais leve no estômago e não me deixa fadigado depois.

Valeu a pena essa experiência.

E você, está/estaria disposto a mudar alguns hábitos alimentares ou nunca abriria mão do arroz e feijão?

Anúncios

4 comentários sobre “Mudanças de hábitos: alimentação

  1. Que orgulho!

    Eu me adaptei mais ou menos. No almoço não como mais esse padrão brasileiro, mas levo uma carne pro trabalho e cozinho uma cenoura e como junto. Ou faço um omelete e pronto. Não aderi ao lanche ou só salada, mas o meu almoço já não é tão completo como um jantar e isso me deixa bem mais leve também! O foda é que em pouco tempo já tô com fome de novo….

    • Eu fico com fome logo depois tb, nem 2h depois e eu to com fome…mas dai eu sempre levo uma fruta/snack pra a comer de tarde… nao é bom ficar mais de3h sem comer mesmo..

  2. Essa cultura é igual nos EUA… lembro da família mega espantada quando eu perguntei se poderia comer as sobras do jantar no almoço do dia seguinte. Me acharam muito freak, sabe, mas disseram que não tinha problema. Na família irlandesa era melhor, porque a mãe deixava jantar pros meninos (ela mesmo dizia que era “dinner”, mesmo sendo horário do almoço), acho que porque ela achava que eles ainda eram muito pequenos e precisam estar bem nutridos (hahaha) e sanduíche não daria conta do recado e eu, por tabela, comia comida de verdade também. Bem, resumindo a ópera, depois de um tempo nos EUA, eu acabei de adaptando a isso e comia sanduíche, frutas, omelete etc no almoço. Na Irlanda não, por motivos já citados.
    Eu tentei passar um tempo, já aqui no Brasil, comendo só salada no almoço (mas bastante: alface, cenoura, beterraba, brocolis, couve-flor etc etc), mas é estranho, depois de pouco tempo já me dava fome…
    E quanto tempo vai durar essa vida nova?

    • Eu mudei pq cansei de ser o freak batendo o marmitao enqto todos comem coisas leves.. eu confesso que to gostando mto desssa nova dieta.. só de nao ter a fatiga pos almoco, pra quemt rampa na frente do pc, ja vale apena! Da fome logo depois, mas eu resolvo comendo uma fruta ou um snack que levo coigo..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s