10 coisas que sinto falta de Dublin

Fazem quase 9 meses que eu moro na Irlanda, pouco mais de 2 meses em Dublin e pouco mais de 6 meses em Sligo, onde moro atualmente. Eu estou adorando viver em Sligo, mas tem algumas coisas que eu morro de saudade de Dublin.

1. Saint Stephen’s Green
O parque Saint Stephen’s Green é sem dúvida um dos meus lugares preferidos em Dublin. É um parque bem central, super acessível e que tem um lugar especial no meu coracao. Tenho inumeras recordacoes de la, foram inumeros passeios com o K., passeios com os amigos da escola, com os amigos americanos, lugar pra matar tempo com a Bia e tambem lugar pra apenas ir e refletir sobre a vida.

Stephens-Green

2. Fast Food
Isso mesmo, sinto falta de Mc Donald’s, Burguer King, KFC, SuperMacs e cia ltda. Em Sligo nao tem e eu quero morrer quando dà vontade de batata frita do ‘mèqui’ e a minha unica opcao è comer ‘chips’ em algum lugar.

Sligo tem Mc Donald’s e KFC, mas nao fica necessariamente na cidade, fica na estrada vindo pra cà e como sou um cidadao a pè, nao rola pra mim.

3. Dublin Bus
Eu adoro andar de onibus, sò nao gosto de lotacao e de esperar. Coisas que eu nao tinha em Dublin (ao menos nao nos horarios que eu usava). Eu gostava de pensar na vida esperando o onibus, falar ‘hi’ e depois ‘thanks’ pro motorista, prestar atencao na conversa alheia, pensar na vida e principalmente, admirar a cidade do primeiro banco do andar de cima.

Sligo nao tem onibus, risos.

4. Roles com a Barbara e Bia
De todos os meus amigos a Barbara e a Bia sao as que mais se identifam comigo nos roles. Pra todos os outros eu sou velho e gosto de coisas velhas (amo voces, galere), mas pras elas eu sou cool. A gente gosta dos mesmos roles, das mesmas coisas e economizamos no pint pra poder entrar no museu. Quando eu morava em Dublin, toda semana a gente inventava alguma coisa legal, achava alguma coisa diferente pra fazer e fazia.

Sinto falta disso todo dia.

5. Variedade de cafès
Em Dublin cada esquina tem um cafè, um mais charmoso e bonito do que o outro. Pra quem adora cafès (ambiente, nao bebida) como eu, Dublin è tipo…o paraiso. Nao tinha nada mais legal do que andar, andar, andar e achar um cafe legal, pedir um ‘hot chocolate’ e pensar na vida.

Sligo tem cafès, mas nao tantos e nao tao especiais como os de Dublin.

6. Me perder
A quem diga que a gente sò conhece uma cidade MESMO quando se perde nela e eu era craque nisso em Dublin. Nunca usei mapa là, apenas saia andando. Se eu me perdesse muito, era sò pegar o Dublin Bus e voltar pro centro, sem erro. Nessas ‘andancas’ pela Fair City, vi muita coisa legal e aprendi muito sobre a cidade, sobre o jeito que ela funciona.

Em Sligo ‘se perder’ nao significa a mesma coisa.

7. Livrarias e bibliotecas
Eu tenho um problema com livrarias e bibliotecas. Se eu vejo uma, quero entrar, mexer, vasculhar, morar, trabalhar, tomar cafè e comprar tudo. Em Dublin eu achava uma livraria diferente em cada esquina. Algumas eram grandes, como a Hodges Figgis e algumas eram bem pequeninhas, sem nem nome, mas que continham muito.

Inclusive, uma das minhas estratègias de trabalho foi escrever um carta de apresentacao e fazer um curriculo especial sò pra livrarias. Mandei pra todos, ninguem me chamou. #rickchatiadu

Sligo tem 3 livrarias sò e eu ja sei atè te dizer onde voce acha os livros do Bram Stoker, Oscar Wilde e Jack Yeats.

8. Ousadia & Alegria
Essa è o nome da repùblica mais linda e brasileira daquela cidade, onde moram as coisas mais lindas do mundo e tambem onde eu durmo quando vou pra Dublin. Saudades de estar ali quase todos os dias, mesmo nao sendo a minha casa.

9. Encontros no Spire
Se voce precisa encontrar alguem em Dublin, voce diz “meet me at Spire at half 7”. O Spire è o ponto de encontro de 99,9% das pessoas em Dublin. Ir ali è ver gente de todo tipo e com todas as caras.

Gente com cara de preocupado, gente com cara de que vai ter um encontro, gente com cara de feliz, gente com cara de que vai receber noticia ruim, gente com cara de ‘meu namorado (a) ta atrasado (a) e por ai vai. Era ali que eu marcava meus encontros com o K.

12224_l

10. Artistas na Grafton
Uma das coisas que faz Dublin ser Dublin sao os artistas de rua. Artista de todo jeito, todo tipo e de toda arte. Musicos, poetas, pintores, escultores, atores, malabaristas e por ai vai. Ir na Grafton means ver coisa diferente!

Saudades, Dublin! ❤

Anúncios

6 comentários sobre “10 coisas que sinto falta de Dublin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s