Palavra do irlandês – Zoe

Yay! Pelo jeito vocês gostaram da ideia das entrevistas. Ninguém comentou nada com um nome mais legal, mas tudo bem. Hoje quem dá o ar da graça na “Palavra do irlandês” é a Zoe. Zoe e eu trabalhamos juntos ou seja, é com ela que eu passo 8h do meu dia.

Quem me conhece sabe que eu tenho uma queda por trabalhar com meninas e que eu e as minhas “garotas” viramos BFF rapidinho. Com a Zoe não foi diferente, só foi mais difícil. A gente trabalha bastante, mas se diverte muito.

Zoe também é do time “vamos-corrigir-o-rick-enquanto-é-tempo” e está sempre (muito pacientemente) me ajudando com o inglês e me ensinando um monte de coisas sobre a Irlanda (ela é fonte de muitos posts que vocês já leram por aqui).

Ela também tem um blog, o Vagabond Language. Lá ela bloga sobre tudo que rola de legal, cultural e vintage pros lados de cá.

Espero que vocês gostem da entrevista!

74425_350883671683595_276528506_n

Quem é você?
Zoe, 24.

De onde você é e onde você mora na Irlanda?
Sligo, costa oeste da Irlanda.

O que você faz?
Trabalho com marketing digital para uma empresa de alimentos e também sou responsável de vez em quando por algumas feiras e exposições de arte.

Qual seu lugar favorito na Irlanda e por quê?
O interior de Sligo. Eu gosto de ir pra lá e ficar sozinho comigo mesma, refletindo. Tal como Yeats fazia quando estava nas ruas movimentadas de Londres.

O que você acha de estrangeiros no seu país?
Eu gosto de viver em uma sociedade diversificada e de conhecer pessoas com “backgrounds” tão diferentes do meu. O povo irlandês imigrou tanto ao longo da história, as vezes até sem necessidade. Acho que devemos ser legais com quem decide imigrar pra cá.

Qual sua opinião a respeito da crise financeira na Europa e na Irlanda?
Depressivo ao extremo! Dois dos meus melhores amigos tiveram que imigrar, muitos outros amigos moram hoje em Londres, Canadá ou Austrália por causa de trabalho. O governo ajuda com alguns benefícios, como os doles e o JobBridge, mas muitas vezes isso é usado de forma abusiva pelas empresas, que aproveitam pra ter mão de obra qualificada de graça. Difícil imaginar o que esperar dos próximos 20 anos.

Você gostaria de mudar da Irlanda? Por quê?
Sim, tem poucas oportunidades em artes aqui, excluindo os estágios JobBridge (que eu já terminei dois). Não vejo a hora de trabalhar por mim mesma logo. Penso em ir pro Canadá ou pra Nova Zelândia.

Manda um recado para os brasileiros (pra mim também).
Vocês tem uma ética muito boa no trabalho e sabem se divertir como ninguém. Nós adoramos ter vocês aqui! Eu gostaria de provar comida brasileira um dia (vegetariana) e de ouvir mais sobre a cultura de vocês.

Anúncios

4 comentários sobre “Palavra do irlandês – Zoe

  1. Muito bacana Rick. Eu nao costumo comentar nos blogs e me afastei tanto de ficar ligada no que ta acontecendo, mas quando li por cima sobre a ideia nos meus feeds tive que vir e conferir. Eh bacana ver tbm a opiniao deles e tu, suponho, deva ser uma das melhores fotnes pra isso trabalhando direto com eles…ou devi dizer, com a parte boa da sociedade deles =x.

    Faca mais entrevistas ai pra nos

    x

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s