Aula de surf em Bundoran

Sou brasileiro, mas mais do que brasileiro, eu sou paulista. Veja bem, eu disse paulista e nao paulistano, logo sou do interior e eu falo poRta. Resumindo, moro longe por bosta da praia mais proxima. Ja fui à praia? Claro que ja! Embora nunca tenha passado mais do que 10 dias nela. NUNCA! Um tanto quanto injusto, quando se mora em uma pais quente como o Brasil, nè?

Mudei pra Irlanda. Prirmeiro pra Dublin, que è uma cidade costeira, ou seja, tem praia. Depois me mudei pra Sligo, que tambem fica na costa e è um dos destinos mais disputados pra turismo de aventura da Irlanda e tambem, conhecida pelas suas belas praias. Grande coisa, do que adianta morar perto da praia, se esta sempre frio e nunca posso molhar mais do que meu pe?

Acho que depois da visita a Knockarea e de ter deixado minha pedrinha là em cima, a sorte dos irlandeses sorriu pra mim e as duas ultimas semanas foram as semanas mais quentes dos ultimos 7 veroes irlandeses!

Resultado? Todo mundo foi pra praia!
Menos eu, por que eu tinha que trabalhar.

Conversando com a Zoe sobre a frustracao de trabalhar com esse tempo bom e lindo fora da janela, ela me aconselhou a fazer uma “surf lesson” em uma das praias de Sligo.

Aceitei o conselho e fui atras. Minha primeira opcao foi a praia de Strandhill (ja falei aqui sobre la), mas infelizmente, todos os horarios para essa semana estavam bookados. A saida foi bookar a minha surf lesson na praia de Bundoran, que nao è no condado de Sligo, mas sim em Donegal.

CURIOSIDADE: Uma parte de Donegal fica na Irlanda do Norte e os outra parte na Republica da Irlanda. Bundoran fica na Republica.

Estive em Bundoran uma vez com o Ìan e foi la que conheci o Lee, que SHAZAM, trabalha em uma escola de surf. Foi o Lee que me disse que a praia de Bundoran è uma das praias mais procuradas por surfistas em COF COF COF toda a Europa!

Nem tive o trabalho de mandar email ou ligar pra bookar, o Lee fez isso por mim e no sabado de manha, peguei o onibus em Sligo e em 30min, la estava eu em Bundoran. Minha lição estava marcada para as 14h, como cheguei lá quase 12h – sim, perdi hora -, aproveitei essas 2h pra andar pela orla da praia e conhecer mais o lugar.

Bundoran realmente tem clima de praia! Chega até a lembrar as praias do Brasil. Para de rir, é verdade. Pra começar, a praia é de areia. Além disso, tem tudo que as praias brasileiras tem: cambistas vendendo sorvete, bóias, gente fazendo tatuatem de rena, pranchas de surf, barraquinhas de sorvete, quiosques, lojas de souvenir “praianos”, conchinhas, brinquedos próximos a praia, musiquinha ao vivo e até dois cassinos com jogos adultos e infantis!

DSC_0995

Fui pra escolinha de surf as 13h30 e fui recepcionado pelo Lee, que me passou pra um outro cara, que deu as primeiras instruções. Como eu estava sozinho, me alocaram em um grupo pequeno de mais 7 pessoas: um casal irish, 4 italianos e 1 colombiano. Nosso primeiro desafio foi vestir aquela roupa engraçada de surfista. Vale lembrar aí que eu vesti a minha do lado contrário e só percebi quando vi o rapaz irish com a dele do lado certo.

Já com todos devidamente vestidos com a roupa engraçada, fomos de van até a praia. Chegando lá, a instrutora nos orientou a carregar as pranchas de 2 em 2, por que por mais que elas fossem leves, como iríamos andar um bocadinho, eles iam começar a pesar e era melhor levar de 2 em 2.

Antes de entrar na água, hora da lição.

Eu sabia que tinha essa parte e já preparei meu psicológico pra não entender nada, por que né…o accent de Donegal não é fácil. Mas graças a Deus, eu entendi tudo que ele falava. Tudo, tudinho. Aprendi que a frente da prancha chama nariz, que a traseira chama rabo, que eu não posso remar feito uma princesa, o jeito certo de carregar a prancha, o jeito certo de levar a prancha pra água e até os 4 passos pra ficar em pé na garota: joelho, pé, dedos, Elvis Presley!

Lição dada, hora de ir pra água!

Fui todo serelepe pegar a minha primeira onda e claro, levei caldo! Levei tanto caldo que até perdi as contas. Uma hora um dos instrutores perguntou se eu já tinha pego alguma onda legal e eu disse que não, acho que ele ficou com dó e disse: “relaxa, a cada 10 ou 20 tombos, você pega uma onda”. Motivação, a gente vê por aqui.

Um dos italianos e o colombiano competiam pra ver quem pegava mais onda e ficava mais tempo na prancha. Puta falta de sacanagem.

Ficamos umas 2h30 na água e nesse tempo todo, eu acho que peguei umas 3 ondas certas (em pé na prancha), perdi umas 10 na metade (prancha virava ou eu perdia velocidade) e tomei uns 23353 caldos.

Sim, sou eu. Olha o cabelinho cumprido.
Sim, sou eu. Olha o cabelinho cumprido.

No fim, eu estava podre e tudo que queria era ir pra casa. Haha! Mas tudo bem, foi divertido demais e eu revi aquela lição que a vida já me ensinou, mas é sempre bom rever: nunca deixar de fazer nada porque eu estou sozinho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

4 comentários sobre “Aula de surf em Bundoran

  1. GENTE, E ESSA ROUPA DE SURFISTA??? hahahha

    Nunca diga nunca, mas eu não gostaria de surfar não. Muito difícil! Você até que se deu bem, vai!

    E nunca, nunca deixe de fazer nada poque não tem companhia.

    ps: acho que o título do post deveria ser “rick surfistinha”… hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s