Belfast – Irlanda do Norte

Não sei se você sabe, mas a Irlanda é dividida em duas partes: República da Irlanda, cuja capital é Dublin e Irlanda do Norte, cuja capital é Belfast. A divisão das Irlandas aconteceu no ano de 1922, logo após a Guerra da Independência da Irlanda, que aconteceu, vejam só, por conta de conflitos religiosos.

A Irlanda é um país predominantemente católico e o restante do Reino Unido (Escócia, Inglaterra e País de Gales) protestante. Por conta dessa diferença religiosa, os irlandeses nunca gostaram da ideia de fazer parte do Reino Unido e começaram a se rebelar. O governo britânico não brinca em serviço e conseguiu, durante MUITOS anos, oprimir e continuar no poder por aqui, mas em 1922 a Irlanda respirou fundo, foi à luta e conquistou sua independência.

Mas como nem tudo são flores, muitos protestantes que viviam na Irlanda não queriam se desvincular do Reino Unido. Coincidentemente, eles estavam, em sua maioria, no Norte. Por isso a divisão aconteceu e hoje temos a República da Irlanda, um país independente, católico e membro da União Européia e a Irlanda do Norte, uma das províncias do Reino Unido (única que não faz parte da Ilha da Grã-Bretanha), protestante e também parte da UE.

Em 1922, a Irlanda do Norte também adquiriu o direito de ser um estado independente, sem se desvincular do Reino Unido. Financeiramente falando, é interessante para o Reino Unido continuar com o “domínio” sobre a Irlanda do Norte, já que lá foi e de certa forma ainda é, um dos polos produtivos mais lucrativos do reino.

As Irlandas

As Irlandas

Depois da independência, a Irlanda do Norte, conhecida também como província de Ulster, acabou se tornando palco de outra guerra, conhecida como “trouble”. Com a desvinculação da República da Irlanda, muitos católicos que viviam na, agora Irlanda do Norte, queriam juntar os países de novo e se desvincular 100% do Reino Unido. Por outro lado, os protestantes, que eram a maioria, estavam felizes com a separação e queriam continuar fazendo parte do Reino Unido.

Durante o período da trouble, que foi de meados dos anos 60 até 1998, tanto o governo britâncio, tanto o governo da República tiveram que interferir. Houveram manifestações, episódios sangrentos, muitas mortes e alguns plebiscitos. Em todos, os protestantes ganharam e a Irlanda do Norte continuou fazendo parte do Reino Unido.

O conflito marcou gerações de irlandeses e faz com que, até hoje, irlandeses da República não se dêem bem com seus irmãos, os irlandeses do norte. Com isso, muitos católicos do Norte vieram para a República e muitos protestantes da República, imigraram para o Norte.

Belfast carrega todo esse peso histórico em suas ruas, praças e monumentos. A cidade tenta se recuperar de tudo o que passou e ser só mais uma bela cidade européia. Com sua beleza e identidade própria.

No próximo post conto como foi a trip por lá e quais foram as minhas impressões.

Ps: Se eu errei algum dado e você souber o real, pode corrigir.

Anúncios

6 comentários sobre “Belfast – Irlanda do Norte

  1. Pingback: Belfast – Titanic Museum | Livin' La Vida…Rick!

  2. Muito bom! Obrigada pelas informações =)
    Você podia pesquisar sobre o Sunday Bloody …Parece que foi nesse meio ai dessa Trouble… Inclusive é música do U2

  3. Pingback: New Ireland | Livin' La Vida…Rick!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s