Pensamentos sobre a Irlanda

A Europa, de modo geral, é o berço da civilização ocidental como conhecemos hoje. Foi nesse continente que muita gente importante nasceu, cresceu, criou, inventou e principalmente, influenciou.

Ainda não conheço toda a Europa, mas sei da influência – devido as colonizações – dos portugueses, italianos, espanhóis, franceses e até britânicos na nossa querida América. A América como conhecemos hoje é um espelho de toda a Europa, de seus costumes, cultura e estilo de vida.

Quando fui ao Wax Museum e conheci um pouco da história e da mitologia celta da Irlanda, viajei um pouco e imaginei como ela pode ter influenciado escritores como o Tolkien (O Senhor dos Anéis) e C.S. Lewis (As Crônicas de Nárnia).

C.S. Lewis, era irish (da Irlanda do Norte, atual Reino Unido) e amigo íntimo de Tolkien, que nasceu na África do Sul, mas se naturalizou inglês. Existem relatos de que eles escreveram suas histórias na mesma época e de que um ajudava o outro. Vai saber se não foi do gaélico, um idioma tipicamente celta e próprio da Irlanda, que o Tolkien criou o idioma dos Elfos?

Gaelic-text-Ceanannas

Isso sem contar as inúmeras lendas dos druidas, dos reis da floresta, do mar e dos pequenos homenzinhos valentes que lutavam com criaturas malignas.

Todos sabem que a J.K. Rowling criou e situou Harry Potter em Londres, mas há quem diga que Dublin é uma cópia com vida própria de Londres. Andando por aqui, vejo coisas de Harry Potter em todos os lugares. São as ruas que parecem com as ruas do Beco Diagonal e até as lojas, que assim como em Londres, preservam os letreiros dourados e antigos e também as fachadas pintadas de uma cor só, preta, vermelha, roxa e etc.

O estilo de vida irlandês também se parece um pouco com o americano. Aqui eles também tem um breakfast farto, são extremamente consumistas, adoram um fast-food e até as crianças e adolescentes tem traços americanos. É fácil perceber isso vendo como eles se comportam, falam e vão para a escola. É extremamente parecido com o americano.

Irlanda, sua linda.

Irlanda, sua linda.

O engraçado disso tudo é que muitos irlandeses vivem e viveram nos USA. Muitos deles foram para lá ainda na época da Guerra, fugindo daqui e se estabeleceram na terra do Tio Sam. De certa forma, os USA podem ter um pouquinho da Irlanda em seu dia-a-dia.

Posso estar viajando na batatinha (coisa comum por aqui), mas que o devaneio tem sentido (ao menos pra mim), tem.

Cada coisinha que descubro aqui, seja ela uma semelhança ou uma diferença, me deixa mais feliz com a minha escolha de estar aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Pensamentos sobre a Irlanda

  1. Pingback: The Secret of Kells | Livin' La Vida...Rick!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s