The National Wax Museum (Museu de Cera)

Todo dia eu “me perco” em Dublin. De certo modo aqui me lembra Bauru, porque praticamente de qualquer lugar é possível voltar para o centro e do centro, ir pra casa.

Ontem, saindo da escola, resolvi seguir reto e conhecer mais a cidade – na verdade eu estava procurando a estação do ônibus – e no meio do caminho, me deparei com o “The National Wax Museum” e resolvi entrar para ver, só para ver. Não ia fazer a visita ao museu. Só ia ver, como quem não quer nada.

Entrada do museu de cera.

Entrada do museu de cera.

Entrei e fui atendido por um casal irish muito simpático que me convenceu a fazer o passeio pelo museu, me oferecendo o desconto de estudante, mesmo sem carteirinha. Paguei E 10,00 e comecei o tour. O museu retrata a história da Irlanda em vários momentos, desde a mitologia celta e os vikings, as guerras e rebeliões mais importantes.

Na primeira sala, era possível conhecer os rostos dos mais famosos escritores irlandeses – não tinha o C.S. Lewis e eu fiquei #chatiadu.

Oscar Wilde

Oscar Wilde

Tinham também várias salinhas retratando acontecimentos importantes na história do povo irlandês, como o “Faming”, a revolução, a Grande Guerra Civil e alguns outros.

Esse mulher e o bebê retratavam o The Faming, onde 1 milhão de irlandeses morreram de fome.

Esse mulher e o bebê retratavam o The Faming, onde 1 milhão de irlandeses morreram de fome.

Revolucionários do séc. XIX

Revolucionários do séc. XIX

Da época que a Irlanda fazia parte do Reino Unido.

Da época que a Irlanda fazia parte do Reino Unido.

Em todas as salas, bem do lado da porta, tem um botão verde, que quando você aperta as caixas de som começar a falar exatamente a história que aquela cena representa. É muito bom para treinar o listening e para aprender sobre a história da Irlanda.

Uma das salas que mais me chamou a atenção, foi a sala de mitologia irlandesa. Nela foi possível conhecer várias lendas do povo irlandês e como elas ainda influenciam esse povo. Achei interessante também a semelhança de algumas lendas com histórias como “O Hobbit” e “O Senhor dos Anéis”. Se não sabem, o Tolkien não era irish, mas era um grande amigo do C.S. Lewis, que era. Juntos, bebendo em pubs, eles escreveram suas histórias, que são carregadas de significados celtas.

O druida. Tipo um Gandalf.

O druida. Tipo um Gandalf.

Esse pequeno "vestido" de hobbit venceu esse lobo.

Esse pequeno “vestido” de hobbit venceu esse lobo.

Também tem uma parte do museu dedicada a histórias de horror, com bonecos de cera que gritam, urram e se mexem! Nessa sala, temos a figura do Drácula, que pra quem não sabe, foi escrito pelo autor irlandês Bram Stroker, em 1897.

Drácula.

Drácula.

O museu também um espaço dedicado as crianças, com várias estátuas referentes a contos infantis e também coisas da atualidade, como Harry Potter. E claro, não podia perder essa chance de tirar uma foto.

Eu e o Harry.

Eu e o Harry.

O passeio termina com o hall da fama composto por importantes celebridades, artistas e atletas irlandeses e também do mundo. É nesse finalzinho que vemos as estátuas de cera de Madonna, Michael Jackson, Elvis Presley, Tina Tunner entre outros.

Michael Jackson

Michael Jackson

DSC_0578

Anúncios

Um comentário sobre “The National Wax Museum (Museu de Cera)

  1. Pingback: Desafio 52 semanas: 27# Coisas pra se fazer nas férias na Irlanda (Dublin) | Livin' La Vida…Rick!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s